Prédio da UPA abrigará Centro de Especialidades

07/03/2018 - SMS

Na tarde de 07 de março foi anunciado que o ministro da Saúde, Ricardo Barros, confirmou que as instalações construídas inicialmente para abrigar Unidades de Pronto Atendimentos 24 horas poderão, a partir de agora, ser usadas para outras atividades da área de saúde. Esta é uma notícia positiva para todos os municípios que vinham sofrendo com a situação precária das UPAs e seu custeio e manutenção.

O prefeito Wellington Bacelo, que em 21 de novembro estava em Brasília junto ao movimento municipalista discutindo o acesso e a utilização das UPAS frente ao Tribunal de Contas da União (TCU), expressou sua satisfação com essa conquista. Bacelo destacou que “Foi uma luta de mais de um ano para não devolver os valores recebidos ao mesmo tempo que buscávamos manter o hospital em funcionamento.”

O prédio da Unidade de Pronto Atendimento em Santa Vitória do Palmar, concluído em 2017 com recursos da União, não pode ser posto em funcionamento por um conflito originado por especificações do projeto UPA que, se levado adiante, causaria o fechamento do hospital municipal, uma perspectiva que foi rechaçada pelo atual governo e que causaria danos à comunidade.

Com a nova política de flexibilidade que permitirá que os municípios utilizem as instalações de acordo com a realidade e necessidade dos municípios, a Prefeitura Municipal abrirá no local do prédio da UPA, um centro de especialidades, concentrando em apenas um lugar as consultas de médicos especialistas que enquanto o hospital continuará recebendo urgências e emergências. Bacelo afirmou ainda que a comunidade de Santa Vitória é merecedora do melhor atendimento em saúde que o município pode prover, o que inclui o atendimento dos médicos especialistas em instalações adequadas.